Geógrafa Maria Adélia de Souza assina o manifesto

Maria Adélia de Souza, professora titular aposentada da Universidade de São Paulo, assinou nesta terça, 8 de outubro, o Manifesto dos geógrafos e geógrafas em favor da reeleição de Dilma Rousseff. Em sua trajetória na Geografia, que completa mais de meio século, foi orientada por Celso Furtado e por Michel Rochefort, na França; publicou diversos livros com Milton Santos e artigos científicos e orientou dezenas de dissertações de mestrado e teses de doutorado.

Geógrafa combativa, Maria Adélia de Souza é a autora da primeira Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU) do Brasil, da primeira Política de Desenvolvimento Urbano do Estado de São Paulo. É também catedrática de Direitos Humanos da Universidade Católica de Lyon (França). Foi prefeita da USP na década de 1980, coordenadora da Ação Regional da Secretaria de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo, chefe de gabinete do Reitor da USP na década de 1990 e, mais recentemente, Pró-Reitora de Graduação da UNILA – Universidade da Integração Latino-Americana.

Sobre o Manifesto, a professora declarou:

Caríssimos e caríssimas,

Somos milhares de geógrafos brasileiros que conhecemos bem nosso país, ensinamos nossos alunos a conhecê-lo, todo santo dia! Temos entre nós ilustres colegas que sempre estiveram presentes nas lutas políticas brasileiras e que certamente assinariam este manifesto.

Falo de Milton Santos, Manuel Correia de Andrade, Caio Prado Junior (fundador da Associação dos Geógrafos Brasileiros) e tantos outros colegas ilustres, líderes da nossa associação nestes tempos todos!

Sartre me ensinou que todo evento, acontecimento, expressa, independentemente das pessoas, duas coisas: UNIDADE E VERDADE.

Este manifesto é um acontecimento, um evento que já existe independentemente daqueles que são contra ou a favor dele mesmo e de seus propósitos, independentemente dos significados que cada um de nós dará a ele.

ESTE MANIFESTO É UMA REALIDADE. ASSINE-O se concordar com seu conteúdo e ajude o Brasil avançar historicamente.

Vamos divulgar esse manifesto para que assinem!

Não há tempo a perder! Vivemos tempos históricos muito difíceis! Tempos indispensáveis para a consolidação difícil, é bem verdade, de um projeto político generoso para com o povo brasileiro.

E a História nem acaba, como já insinuaram em passado recente, e nem volta atrás. Com ela “pra frente é que se anda”!

Maria Adélia A. de Souza
Campinas, 8 de outubro de 2014

8 comentários

  1. Maria Adélia é uma brava combatente em defesa das grandes causas nacionais. Estou, desde ontem, ao seu lado e me volto aos jovens geógrafos e geógrafas para entenderem que o Brasil está em risco, se cair nas mãos que querem privatizar nossas empresas (Petrobrás e BB, especialmente), além de sufocar todos trabalhadores, os pobres e elevar a desigualdade regional. Isso tudo favoreceria elevar o lucro das empresas de seus ricos amigos. Daí, estados mais industrializados se apresentarem com mais votos para o candidato tucano. Vamos nos unir por DILMA.

    Curtir

  2. Paulo Adriano Santos Silva · outubro 9, 2014

    Apoio a reeleição da presidenta Dilma!

    Curtir

  3. Marcus Fidelis · outubro 9, 2014

    Declaração comovente, ardente e cativante.
    Estamos juntos!

    Curtir

  4. Raimundo Nonato de Abreu Aquino · outubro 9, 2014

    Acredito que é para frente que se anda. E por isso que estou de acordo.

    Curtir

  5. Renata · outubro 10, 2014

    Dilma. que avancemos pra melhor e jamais voltemos ao passado.

    Curtir

  6. Olga Ribeiro da Silva · outubro 11, 2014

    Dilma sem dúvida nenhuma é minha candidata a reeleição, estamos juntos nesta batalha!!

    Curtir

  7. Marilene Dantas Vigolvino · outubro 12, 2014

    Concordo plenamente com a reeleição da Dilma. O Brasil quer e precisa de Dilma.

    Curtir

  8. Adriano · outubro 12, 2014

    Parabéns pela iniciativa apoiada. Certa vez, Aziz Ab’ Saber um dos nomes mais expoentes da geografia do Brasil, foi questionado. O que é ser geógrafo? Ele respondeu: quando uma pessoa nasce, ela não escolhe o local, região mais pobre do mundo África Subsaariana ou a mais rica Escandinava na Europa, não escolhe sexo, homem ou mulher, não escolhe a cor da pele, branca, amarela ou negra, enfim elas não são culpadas pela questão social de sua origem. Ora, cabe aqueles que foram favorecidos em ter uma melhor condição social, lutar para uma sociedade mais justa e com equidade social. E isso é ser geógrafo respondeu. Acrescento, que o PT é o partido que mais se aproxima desse ideal, tendo em vista que os programas sociais criados pelo Partido do Trabalhadores deu dignidade para milhares de brasileiros, por isso, voto 13 Dilma. Adriano Moreira Trindade – Geógrafo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s